Qual a importância de ter um site imobiliário?

Indo direto ao ponto: A importância de ter um site imobiliário é conquistar credibilidade e aparecer no Google! 

LUGAR é a tradução da palavra “site”. E a essência de um site é exatamente essa: UM LUGAR SÓ SEU NA INTERNET!

Nos últimos anos, a humanidade tem vivido o avanço extraordinário da tecnologia e uso da internet. É evidente a enorme mudança na forma das pessoas se relacionarem e de fazerem negócios, inclusive no Mercado Imobiliário.

A E-bit/Nielsen, publicou o relatório da Webshoppers 4.0 e mais uma vez confirmou que o consumidor já espera encontrar o varejista tradicional no Mundo Digital. E que, quando um Cliente não encontra o site de uma Empresa na internet, é como se ela não existisse. 

Ter um site funcional, de qualidade,
repleto de conteúdo atualizado e interessante
é essencial para a estratégia de qualquer negócio.

Você pode estar se perguntando: “Com tantas redes sociais, ainda é importante ter um site?  Seguramente a resposta é SIM! E MUITO!

Quando você constrói sua estratégia contando apenas com as redes sociais ou com os portais imobiliários, você está construindo seu negócio no terreno dos outros.
Isso quer dizer que você não tem o controle do seu negócio.
Se o Instagram apagasse seu conteúdo por entender que suas postagens são contra as diretrizes? Ou se o Facebook, de uma hora para outra, decidisse apagar a sua página e todos os seus rastros na plataforma?

As redes sociais não são da sua empresa e uma simples mudança nas políticas delas pode causar grande impacto em seus resultados.
Não se espante, porque isso já aconteceu e é possível, para não dizer provável, que aconteça novamente!

Um exemplo real foi a alteração do Facebook na forma de exibir publicações de páginas para os usuários.
Muitas empresas perderam o alcance de seus posts e para aquelas que utilizavam o Facebook como foco principal, com certeza isso significou um grande prejuízo.

Considere também outra questão muitíssimo importante:
É completamente ineficiente realizar campanhas na web, sem um site de domínio próprio na internet. Afinal, depois de atrair, para onde você vai levar seus leads?

Infelizmente, ainda há muitas imobiliárias e corretores de imóveis que prontamente responderiam que levariam seus leads diretamente ao Portal Imobiliário ou para sua página em uma Rede Social.

Fazendo uma analogia, isso seria como você batalhar bastante, investindo dinheiro e muito planejamento estratégico para conseguir captar a atenção do Cliente. Mas, ao conseguir, ao invés de marcar um café com ele no seu escritório, você marcasse no shopping, onde todos os seus concorrentes também estariam presentes no encontro. Entendeu?!

É claro que com isso, não estou dizendo que você não deva estar presente nas principais redes sociais e Portais Imobiliários. Ao contrário!

Num mercado globalizado e amplamente competitivo, é muito importante que as Empresas utilizem diversas mídias para obter vantagens competitivas e se destacar.
Redes sociais e os Portais imobiliários integrados ao seu SITE, são estratégias super válidas. São aliados na missão de divulgar o seu conteúdo e fazer com que a sua marca seja ainda mais conhecida.

Só que as redes sociais devem ser utilizadas em sua estratégia de marketing digital como complemento e não o foco principal da sua Empresa.

É possível que você não saiba que as pesquisas do Google dentro das redes sociais é limitada. Na prática, significa que todo seu esforço dentro dessas redes pode não aparecer para quem está fazendo pesquisas diretamente no Google.

Sem dúvida, para ser encontrado no Google não basta ter um site no ar.
O site precisa estar no ar e ser tratado com seriedade e dedicação.


Ele é a sua Empresa na web! Qual a imagem digital que você quer construir?

É importante escolher uma Empresa competente para desenvolver seu site e é igualmente importante criar ótimos conteúdos para publicar nele, fazer anúncios de imóveis muito bem elaborados.

De nada adianta ter um site super otimizado se o conteúdo dele não for bom, assim como é nulo ter um conteúdo fantástico publicado em um site ruim.

A importância de ter um site imobiliário é para fazer sua Empresa aparecer, aumentar sua autoridade e expandir seu negócio.

Ele serve para construir sua história na internet, criar relacionamento, gerar mais oportunidade de negócios e neutralizar a concorrência.


Para influenciar e fazer marketing de conteúdo.

Ele é algo a ser levado em conta antes da formação das estratégias de negócio, afinal ele deve ser o caminho dessa estratégia!

Um ótimo site precisa utilizar boas e avançadas técnicas de SEO, ser dinâmico, bem estruturado e responsivo.
Também deve ser fácil de usar e com boa arquitetura de informações.

Procure um site que integre com um robusto CRM, com as redes sociais, whatsapp e com os principais Portais imobiliários. Que permita exibição de fotos, vídeos e visitas virtuais aos imóveis. Que possua atendimento via chat, criação de páginas…

Os sites já permitem aos clientes fazer visita virtual, acessar fotos, vídeos, projeção 3D e uma gama cada vez maior de ferramentas para selecionar imóveis. Até atendimento utilizando inteligência artificial já é uma realidade para imobiliárias e corretores de imóveis.

E se você quer uma poderosa ferramenta de venda, listamos abaixo 8 critérios que você deve considerar antes de contratar um site:

  1. SER FEITO POR PROFISSIONAIS COM BOA REPUTAÇÃO:
    Não caia na tentação de deixar o sobrinho que sabe tudo de computador desenvolver seu site!
    Procure por Empresas experientes e especializadas no desenvolvimento de Sites. Prefira uma softhouse, preferencialmente as especializadas no ramo imobiliário.
    Este parceiro vai facilitar e agregar muito, pois já conhece a necessidade do mercado que você atua. Está antenado com as tendências tecnológicas e certamente tem um produto pronto ou poderá desenvolver um site sob medida, com tudo aquilo que você precisa. É possível até que ele te fale de funções importantes e que talvez você nem esteja lembrando.

    Antes de fechar negócio, você também pode procurar saber a reputação da Empresa através de sites de resenhas, como o reclame aqui, por exemplo.
    Conhecer os problemas relatados pelos usuários que utilizam aquele produto, pode te livrar de uma verdadeira dor de cabeça.

  2. SER OTIMIZADO PARA O GOOGLE:
    Porque de nada adianta ter um site se ele não for otimizado para o Google. O site tem que utilizar boas e eficazes estratégias SEO para que seu trabalho possa aparecer nos resultados de busca.

    Peça para que o fornecedor mostre no Google como seus Clientes são ranqueados na busca orgânica (gratuita, por relevância). É uma excelente forma de comprovar o potencial da plataforma.

  3. SER DINÂMICO, FÁCIL DE UTILIZAR E GERENCIÁVEL POR VOCÊ:
    Um bom site, deve privilegiar a experiência do usuário.
    Ele deve ser fácil de usar. O usuário não pode encontrar dificuldades para procurar e encontrar o que deseja.

    Da mesma forma, que você deve optar por plataformas em que você tenha autonomia para edição e publicação dos conteúdos exibidos no site. Já pensou ter que esperar 15 dias para seu fornecedor trocar um simples telefone ou email de contato?
    Cuidado, isso existe e é mais comum do que parece.

  4. LAYOUT RESPONSIVO COM VISUAL CONTEMPORÂNEO:
    Com o avanço tecnológico, é possível acessar qualquer informação pelo celular. Se seu site precisa se adequar aos mais diferentes formatos de telas, para garantir a boa experiencia do usuário.
    A empresa que não possui um site responsivo também perde posicionamento no Google que ranqueia melhor sites responsivos.

    Além de responsivo, deve ter visual contemporâneo, afinal nenhum Cliente vai querer entrar em uma loja com visual ultrapassado, com aspecto desatualizado.
    Dica: Invista em modernizar a aparência do seu site todo ano.

  5. BOA PERFORMANCE:
    O site precisa ter carregamento rápido do conteúdo e novamente privilegiar a experiência do usuário.
    Clientes desistem de navegar em sites lentos e avançam para o próximo site.

  6. INTEGRAÇÃO COM PORTAIS E REDES SOCIAIS:
    Um site dinâmico permitirá que você integre o seu conteúdo para todas as redes sociais e portais imobiliários da empresa.
    Sites com integração facilitam a rotina da imobiliária que com apenas 1 clique, pode exportar seus anúncios e atualizá-las em outras mídias de divulgação.
    Isso é praticidade!

  7. TER COMO MENSURAR ATRAVÉS DO GOOGLE ANALYTICS:
    Ter um site e não saber a quantidade de visitas?
    De onde elas surgiram, quais as páginas mais visitadas, ou quais palavras são utilizadas para chegar até seu site?

    Conhecer as pessoas que estão acessando seu site, é fundamental para medir o feedback, e a partir dele, implementar estratégias de melhorias ou continuá-las.
    É fundamental que você tenha uma conta no Google Analytics e poder medir o site.

  8. PODER CONTAR UM SUPORTE TÉCNICO:
    Escolha uma Empresa que ofereça suporte técnico eficaz, que o auxilie em suas dúvidas e dificuldades.
    Na hora que enfrentar um problema, você precisa ter a quem recorrer.

Se você ainda não tem um site, ou seu site não te atende como deveria, conheça os SITES MIDAS.

Um comentário em “Qual a importância de ter um site imobiliário?

Fechado para comentários.